5 Verdades Sobre Testosterona que provavelmente não te contaram.

O universo hormonal, principalmente dentre o público geral, é marcado por uma série de dúvidas, mitos e crenças, sendo a Testosterona o principal hormônio fonte dessas incertezas.

Porém, quando falamos em Medicina Baseada em Evidências e Fisiologia Hormonal, é importante elencar 05 verdades que você provavelmente não sabe sobre esse hormônio!

  1. Não é exclusiva dos homens! Sim, as mulheres também possuem Testosterona, mas em concentrações menores e produzida em locais diferentes: nos ovários, nas glândulas adrenais (ficam acima dos rins, do tamanho de feijões) e na circulação. Nos homens, a produção ocorre primariamente nos testículos, nas células de Leydig!

  2. Grande parte da Testosterona, para conseguir ser transportada para os locais onde irá agir, precisa se ligar a proteínas, sendo as principais SHBG (globulina de ligação dos hormônios sexuais) e a Albumina!

  3. Para exercer o seu efeito, a Testosterona precisa se ligar no receptor androgênico, tal como uma chave numa fechadura, logo níveis muito altos de testosterona no sangue não significam mais benejcios, até porque a Testosterona é convertida em outros hormônios, como o Estradiol e o DHT.

  4. A partir dos 40 anos, a Testosterona do Homem cai cerca de 1% ao ano. Segundo estudo feito por Ferritini e colaboradores no “American Journal of Epidemiology”, comparando homens com 25 anos e com 75 anos, o declínio pode chegar a 50%!

  5. Segundo estudo feito pelo médico e professor de Havard Shalender Bhasin, a Terapia de Reposição de Testosterona (TRT) em homens com deficiência (hipogonadismo) é capaz de aumentar a massa muscular, reduzir a massa de gordura e aumentar a libido.

Referências:
HOHL, A. Testosterona: dos aspectos básicos aos clínicos. Molina, Patricia E. Fisiologia Endócrina (5a Edição).

Am J Epidemiol. 1998, 147: 750-754

0021-972X/97/$03.00/0 Vol. 82, No. 2 Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism, 1997.